A Sociedade de Anestesiologia do Estado do Ceará – SAEC nasceu no dia 29 de agosto de 1955. Possui em seus quadros um total de 525 sócios. Fundada a partir do sonho e da dedicação de jovens médicos da época, caracterizou-se durante toda sua história pelo aprimoramento científico da especialidade e pela defesa intransigente de adequadas condições de trabalho e melhoria na remuneração do Anestesiologista. Reviver as lutas já empreendidas e as vitórias conquistadas envaidece-nos e ao mesmo tempo nos torna, paradoxalmente, grandes e pequenos diante de tanta dedicação à causa comum e de tantos obstáculos transpostos e a transpor. Fazer um relato histórico de uma Sociedade pungente como a nossa leva invariavelmente ao cometimento de erros e injustiças. Mas fazer história é assim mesmo! As revisões subseqüentes farão suas correções. Vamos aos fatos:

- A prática da anestesia no Ceará remonta a segunda metade do século XIX quando o médico cearense Liberato de Castro Carreira passou a utilizar a mesma técnica usada por Thomas Morton, apenas 3 anos após ter sido descrita por ele.

- Até o início da 2ª Guerra Mundial a anestesia era praticada quase que exclusivamente por práticos, enfermeiros ou por um cirurgião auxiliar.

- Durante a 2ª Guerra Mundial, diversos cirurgiões receberam treinamento nos Estados Unidos e Europa quando tiveram oportunidade de entrar em contato com novas técnicas anestésicas. No Ceará, médicos como José Carlos Ribeiro e Haroldo Juaçaba passaram então a praticar a anestesia.

- Em 29 de agosto de 1955 surge a Sociedade Regional de Anestesiologia do Estado do Ceará que teve como sócios fundadores os Drs José Carlos Ribeiro (Presidente), o cardiologista e professor de farmacologia Heli Vieira de Souza (Secretário) e Carlos Augusto Studart (Tesoureiro).

- Em 1058 os Drs. Heli Vieira de Souza e Francisca Frota Leitão são os primeiros cearenses a adquirirem o título de especialista em anestesiologia (TEA) durante o 5º Congresso Brasileiro de Anestesiologia em Recife.

- O Dr. Heli Vieira notabilizou-se pela busca contínua de aprimoramento científico e pela aguerrida atividade política associativa. Em 1963 foi eleito Diretor Administrativo da SBA e em 1965 membro da Comissão de examinadora do TEA, hoje TSA. Foi o primeiro cearense a desempenhar cargo na diretoria da SBA.

- O tradicional Boletim Informativo SAEC começou a circular na gestão do Dr. Roque Muratori. Até hoje continua sendo um agente importante de divulgação de nossas atividades científicas e associativas.

- Em 1969 foi criada no Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Ceará a primeira residência de anestesiologia de nosso Estado tendo à frente as Dras. Maria do Amparo e Maria Gonzaga Pinheiro. Teve como primeira residente a Dra. Albertiza Lima Rocha.

- Atualmente o Ceará dispõe de 3 Centros de Ensino e Treinamento(CET): O do Hospital das Clínicas dirigido pelo Dr José Mauro Mendes Gifoni, o do Instituto Dr. José Frota dirigido pelo Dr. Oziel de Souza Lima e o do Hospital Geral de Fortaleza dirigido pela Dra. Mary Neide Romero. Foram ainda responsáveis por CET no Ceará: Heli Vieira, José Ernani Maciel, José Teles da Silva, Domingos Gerson Saboia de Amorim e Sara Lúcia Cavalcante.

- Em 14 de setembro de 1966 foi aprovada na Assembléia de Representantes realizada em Guarapari – ES proposta do Dr. Heli Vieira que tornava o dia 16 de outubro como dia nacional do anestesiologista. Posteriormente a Confederação Latino-Americana da Sociedade de Anestesiologia (CLASA) ratificou essa data com “Dia Internacional do Anestesiologista”.

- Já foram realizados no Ceará 3 Congressos Brasileiros: o XIX CBA em 1972 presidido pelo Dr. Roque Muratori, o XXX CBA em 1983 presidido pelo Dr. José Ernani Maciel e XLV CBA presidido pelo Dr. Oziel de Souza Lima.

- Presidiram a SAEC: José Carlos Ribeiro, Heli Vieira, Onofre Sampaio Cavalcante, José Maranhão Filho, Roque Muratori, Zenirton Pereira da Silva, Ernani Maciel de Lima, Rinaldo de Lima Meireles, João Paiva Freitas, José Teles da Silva, João Adolfo de Carvalho, José Sábados Pereira Pontes, José Leite de Oliveira, Oziel de Souza Lima, Antônio Olavo de Souza Magalhães, Domingos Gerson Saboia, Sara Lucia Cavalcante, Rogean Rodrigues Nunes e João Flávio Lessa Nogueira.

- O Simpósio do Dia do Anestesiologista acontece pela primeira vez em 1978 na gestão do Dr. João Adolfo. Hoje representa um marco importante no calendário científico da SAEC oportunidade em que discute-se um tema científico e entrega-se o Prêmio Heli Vieira ao melhor trabalho científico inédito apresentado.

- Na gestão do Dr. José Leite de Oliveira é feito o registro definitivo em cartório do Estatuto da SAEC que passa a ser reconhecida como entidade de utilidade pública. Ocorre, ainda, a descentralização administrativa da Sociedade com a criação de 19 comissões representativas em hospitais de Fortaleza e diversas atividades científicas que culmina com a realização do XXX CBA.

- Em 1984 é eleito o Dr. José Sábados. Sua gestão caracteriza-se pela continuidade do trabalho desenvolvido pelo Dr. José Leite. Destaca-se a luta pelo descredenciamento dos Anestesiologistas do antigo Instituto Nacional de Previdência Social, a implantação da primeira tabela da AMB e a negociação com alguns convênios.

- Segue-se a gestão do Dr. Oziel de Souza Lima, eleito em 1986 e reeleito em 1988. Consuma-se o descredenciamento do INPS, cria-se a primeira cooperativa de especialidade do Ceará (inicialmente denominada COPACE, hoje COOPANEST-CE), cria-se as Jornadas Interioranas de Anestesiologia e a Jornada Cearense de Anestesiologia (JOCAN), credencia-se o CET do Hospital Universitário Walter Cantídeo, compra-se a sede própria da Sociedade e implanta-se sua informatização.

- Para o biênio 1991/1992 elege-se o Dr. Olavo Magalhães. Afinado com a gestão anterior, dar continuidade ao trabalho realizado, porém notabiliza-se pelo intenso trabalho em prol da categoria especialmente na divulgação e reconhecimento da especialidade. Seu trabalho é tão profícuo que recebe o reconhecimento nacional e internacional com a campanha contra a anestesia simultânea intitulada “Não me deixe só”. Cria o Prêmio Heli Vieira como estímulo à produção científica, realiza a XV Jornada Norte-Nordeste de Anestesiologia, compra e inaugura a atual sede da SAEC e COOPANEST.

- Para o biênio 1993/1994 elege-se o Dr. Domingos Gerson. Destaca-se a criação do Curso Integrado de Residência Médica e inaugura um período de intensa produção científica com publicação de trabalhos em todos os eventos da SBA.

- Para o biênio 1995/1996 elege-se a primeira mulher presidente da SAEC – Dra. Sara Lucia Cavalcante. Doutora e professora de farmacologia consolida cientificamente a SAEC dando continuidade à produção científica iniciada na gestão anterior. É reeleita para o biênio seguinte. Durante essa nova gestão realiza-se o XLV CBA.

- Para o biênio 1999/2000 elege-se o Dr. Rogean Rodrigues Nunes. Dá continuidade ao trabalho desenvolvido pela gestão anterior. Notabiliza-se por uma intensa produção científica tendo publicado diversos trabalhos na Revista Brasileira de Anestesiologia e como temas livres dos Congressos Brasileiros. Adquire, com as sobras financeiras do XLV Congresso Brasileiro de Anestesiologia, o terreno que hoje serve de estacionamento a SAEC e COOPANEST.

- Para dirigir a SAEC nos anos de 2001/2002 é eleito o Dr. João Fávio Lessa Nogueira. Dá continuidade as atividades científicas tradicionais existentes em nossa sociedade. Procura promover a distensão política da Sociedade abrindo a participação dos diversos segmentos políticos existentes. Realiza a XXVI JONNA e traz pela primeira vez o curso “Suporte Avançado de Vida” para o Ceará.

- Para o biênio 2003/2004 é eleito o Dr. Glauco Kleming Florêncio da Cunha. Eleito em chapa única após 15 anos de ferrenhas disputas eleitorais tem como metas democratizar a participação dos anestesiologistas nos eventos científicos e associativos, reestruturar administrativamente a SAEC, modernizar seu parque de informática, modernizar o acesso a periódicos, desenvolver intenso trabalho de valorização da especialidade junto à sociedade civil cearense, fazer uma defesa intransigente da melhoria das condições de trabalho e remuneração do anestesiologista e iniciar a discussão e a implantação de uma política de tratamento da dor aguda e crônica no Ceará.

- Exerceram cargos associativos na SBA: Dr. Heli Vieira (Diretor Administrativo e Membro da Comissão Examinadora do TEA), Dr. José Teles (Secretário da Biblioteca e Museu), Dr. Nazareno Sampaio (Cons. Fiscal), Dr. Oziel de Souza Lima (Cons. Fiscal, Comissão de Ensino e Treinamento, Diretor Administrativo, Vice-Presidente e Presidente da SBA), Dr. Antônio Olavo Magalhães (Comissão de Honorários Médicos e Presidente da Federação das Cooperativas de Anestesiologistas do Brasil – FEBRACAN), Dr. Gerson Saboia (Comissão de Normas Técnicas), Dr. Rogean Rodrigues Nunes (Comissão Examinadora do TSA), Dra. Sara Lúcia Cavalcante (Comissão de Sindicância) e Dr. João Flávio (Cons. Fiscal).

Hoje a SAEC conta com uma estrutura física e operacional pronta para enfrentar os grandes desafios da Especialidade. O exemplo dado por todos os que dirigiram nossa Sociedade com certeza motivará uma nova geração de jovens a dar continuidade ao tão belo trabalho.